Image and video hosting by TinyPic

sexta-feira, maio 27, 2005

Area de Combate - Entrevista

Entrevista realizada aos Area de Combate (Banda Oi! / Street Punk da Catalunha). Este trabalho foi-nos gentilmente cedido por um leitor do blog.

1
- Uma pequena história dos Area de Combate. Como se formou a banda?
Area de Combate
(A.C.): Os Area de Combate formaram-se em finais de 2002 com a idea de criar o único grupo de Street Punk existente en St.Boi (Bairro de Barcelona - Catalunha). A ideia foi nossa (Pollo e Peter) e depois de termos exprimentado vários baterias e baixistas, a formacão acabou por se consolidar com Pollo (voz), Peter (guitarra), Lucas (bateria) e David (baixo). Entretanto reforçamos a banda com o Vakero (guitarra solista).Recentemente o David abandonou a banda. Para o seu lugar entrou outro baixista, o Santi. A verdade é que não é fácil encontrar membros para compor uma banda.

2- Até ao momento o que é que já gravaram?
A.C: Temos umas demos, que não foram editadas, com um som bastante mau, devido à má qualidade dos meios que tinhamos e também devido à nossa inexperiência com os instrumentos. No espaço de um ano conseguimos compor 12 temas, os quais nos decidimos a gravar. Demos o título de ‘Sobran Las Palabras’ ao CD de estreia. Depois da entrada de Vakero, compusemos mais 7 temas que actualmente estamos a preparar em estúdio. Será o nosso segundo trabalho. O título deste segundo disco será " Carretera Hacia el Infierno". Temos algumas editoras interessadas em lançar este novo disco mas ainda não nos decidimos por nenhuma.

3- Quais são as vossas principais influências?
A.C
: As nossas influências são muito diversas. Na banda cada um ouve muitos estilos diferentes, que vão desde o Punk, Oi!, Ska, Psichobilly, Rockabilly até ao Metal. Como banda pretendemos ter um estilo próprio e tentamos não cair demasiado em tópicos. Do primeiro CD para este último que estamos a gravar pode-se ver uma clara evolucão. Tentámos elaborar um pouco mais as cancões em todos os aspectos.

4- Quantos concertos já deram? Quais os que deixaram melhores recordações?
A.C: Ultimamente não temos tocado muito. É díficil tocar en concertos que não estejam conotados com uma determinada ideologia política.Também é verdade que o ano passado demos bastantes concertos. Divertimo-nos bastante na totalidade dos concertos que demos. Podemos destacar alguns,como por ejemplo: O concerto de Jerez de La Frontiera (Sabes bem do que falamos eh? Jejeeje*) onde além de nós actuaram também os Holmgang (Madrid), Cockney Sherry (Jerez), Social Combat (Barcelona) e Mata Ratos. Outro a destacar foi o concerto que demos em Tarrega, com os Bulldozer. Um ambiente estupendo e um público totalmente entregue ao espectáculo...e alcolizado...jajaja. E por último, outro que não foi dos melhores concertos que demos, musicalmente falando, mas foi dos mais divertidos, em Sabadell...Operacion Destroy..jajajaja

* A banda refere-se ao festival - Skinhead Meeting - realizado em Jerez de La Frontiera (Andaluzia - Sul de Espanha), no início de 2004, que contou com a presença de um dezena de skinheads portugueses, entre os quais se encontrava o autor desta entrevista.

The image “http://www.onfileskinheads.com/pics/valencia%20flyer.jpg” cannot be displayed, because it contains errors.

5- Costuma haver problemas / porrada nos vossos concertos?
A.C
: A verdade é que não costuma haver muitos problemas nos nossos concertos. Já houve uma ou outra cena de pancadaria. Algumas delas foram protoganizadas pelos próprios membros da banda. São ossos do ofício...do àlcool...e cenas da noite...e porra...algumas são divertidas...jajajajaja. As outras foram sempre devido ‘a los marujeos’ e à puta da política. As coisas andam um pouco complicadas por aqui.


6- Alguma história engraçada que queiram partilhar?
A.C
: Uma das nossas anedotas mais divertidas foi num concerto em Barcelona. Fomos tocar a uma festa da qual não sabiamos nada. Tinham-nos prometido bar aberto. Era de aproveitar! Do bar aberto passamos à triste realidade de um bocadillo e duas cervejas...jajajaja. A coisa não estava nada bem...e a acrescentar à má qualidade do equipamento sonoro, e à tocha que acendemos durante o tema ‘Barça Hooligans’, que por azar incêndiou uns painéis de publicidade da organizacão, a noite acabou em batalha campal. Quando tocavamos a versão de Paralisis Permanente, "Un Dia en Texas", o público começou a subir para o palco e iniciou-se uma cena de pogo brutal, que acabou com todo o equipamento, bateria incluída. Depois do espectáculo, alguns dos organizadores decidirão chatearnos, e a coisa acabou em porrada, mais porrada, e muita polícia. A.C.A.B. Por sorte conseguimos escapar dali sem problemas, ao contrário da organização...jajaja

7- Apoiam algum clube de futebol? Fazem parte de alguma claque?
A.C
: Sim, claro, o nosso glorioso Futebol Club Barcelona...jajaja! Que esperamos que nos dê muitas alegrias esta temporada. Nenhum de nós está inserido numa claque, apesar de simpatizarmos com alguma.

8- Qual foi o melhor concerto a que já assistiram?
A.C
: Suponho que cada membro do grupo terá o seu concerto preferido, e não te podia dizer qual. Da nossa parte (Pollo e Peter) um dos melhores concertos a que assistimos foi quando pela primeira vez vimos os ingleses Peter And The Test Tube Babies, à já muitos anos. Foi uma loucura!

9- As vossas cervejas preferidas?
A.C: Claro que é a Estrella Damm, que é a cerveja da nossa terra. Tambem costumamos beber Volldamm e Guiness. Quando estamos com uma grande bebedeira, não pensamos muito na cerveja que bebemos, desde que esteja fria. De vez em quando gostamos de fazer umas visitas a cervejarias inglesas ou irlandesas, e beber o máximo de cerveja possível.

10- Será possível podermos ver os Area de Combate a tocar em Portugal?
A.C: jajajaja, é só pedirnos...,jajajaja. A verdade é que adorariamos tocar em Portugal.


11- O que pensas desta entrevista? (Risos)
A.C
: Ficamos muito felizes pelo teu interesse com a banda, e agradecemos-te esta entrevista, que esperemos não seja a última em Portugal.

12- Querem deixar alguma mensagem aos Skinheads portugueses?
A.C: Que nunca se deixem manipular por ninguém. Nem meios de comunicação, nem política. Caminhem sempre de cabeça erguida e estejam orgulhosos do que são. Keep the faith!

Vemo-nos no BAR - Oi! Cuidem-se

Fonte: Leitor do blog

Etiquetas: , , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial


 

 

free website stats program