Image and video hosting by TinyPic

quarta-feira, março 08, 2006

Reviews Oi! e Rock


The Vendetta - ‘Terror Nation’ - Brutus Records - 2006 - Este disco dos italianos The Vendetta irá surpreender todos aqueles que gostam de Oi! com muitas influências de rock pesado e até algum metal. A fonte StreetPunk está lá, mas apenas como uma das influências para este disco. A voz, muito perceptível e dura, e as guitarras bem rock-metal, são o que mais sobressaem neste registo. A qualidade sonoro é boa e o som bastante equilibrado. Este trabalho é composto por oito temas onde os meus preferidos são os dois primeiros: ‘Crushed’ e ‘Brutalizer’. As letras abordam temas como a guerra, a raiva, a agressão e o suicídio. A banda sonora condiz com as temas. Um disco para quem gosta de Oi! duro e brutal.

Pobel & Gesocks - ‘Punk! - Die Raritaten!’ - Sunny Bastards - 2006 - O que dizer destes loucos alemães? StreetPunk, Oi! como só eles sabem fazer. Ou antes como eles afirmam ‘Oi!, Punk para pervertidos’. Este disco é uma colecção de raridades da banda, mais temas nunca antes editados e faixas super-difíceis de arranjar. Além de excelentes temas da banda, vais encontrar covers de Motorhead, Misfits, Daily Terror, Johnny Cash, entre outros. Os dezoito temas que compõem este disco incluem ainda novas músicas, o mais recente single com alguns dos seus maiores êxitos como: "Punk", "Kopf Zu" e "1000 gute Gründe"!!! e ainda uma ‘velhinha’ demo tape, remastirizada, da altura em que a banda dava pelo nome de Becks Pistols. O som é óptimo para festas e concertos. Uma mistura de punk e Oi! com excelentes coros e refrões ao melhor estilo futeboleiro. Ouçam o primeiro tema e percebam o que digo. È quase impossível não gostar desta banda. A voz do carismático vocalista e os coros super melódicos, acompanhados por excelentes ritmos de guitarra, baixo e bateria, são a marca desta banda.


Condemned 84
- ‘No One Likes us… We Don’t Care’ - Hit Records - 2004 - Último disco de originais desta super famosa banda de Oi! inglesa. E que bom disco! Na minha opinião este disco aproxima-se muito, tanto a nível sonoro, como de letras, do ‘velhinho’ clássico ‘Face The Agression’. Ou seja, estamos na presença de mais um clássico do Oi! puro e duro. Os antigos apreciadores do C.84 não se vão arrepender de ouvir este disco. A voz potente e ‘arranhada’, o som compassado e duro, continuam a marcar o som destes veteranos do Oi! Um total de onze temas, onde é difícil escolher qual o melhor. Pessoalmente gosto muito do quinto tema ‘Remember The New Breed (We’ve Gotta Live on)’e dos dois últimos ‘Never Surrender’ e ‘We’re Gonna Have Our Day’. As letras abordam temas como a violência, injustiças, patriotismo e a juventude dos nossos dias. Fica aqui a informação de que este disco, para além da edição em CD, teve ainda uma edição em vinil e outra em Picture Disc.


Bovver Boys
- ‘Welcome to Borderland’ - Sunny Bastards - 2005 - Mais uma grande surpresa! Um excelente disco de Oi! melódico é o que nos apresentam estes Oi!sters alemães. Uma mistura de Oi! britânico dos anos 80, com o melhor do Oi! alemão da actualidade. 12 temas muito bem produzidos, cantados em inglês. Voz muito clara. A nível instrumental os Bovver Boys não se ficam pelo típico ritmo punk/Oi! e a guitarra por vezes dá-nos uns solos que valorizam ainda mais o seu som. Se gostas de bandas como Cock Sparrer, 4 Skins, Last Resort e Evil Conduct, então vais ter de ouvir este disco. O encarte está excelente com montes de fotos e cartazes da banda.


Rose Tattoo
- ‘Pain’ - Steamhammer - 2002 - Este é o ultimo disco de originais dos australianos Rose Tattoo. 16 temas e quase uma hora 100% Rock’n’Roll é o que vais aqui encontrar. Os Rose Tattoo são uma instituição do Rock puro e duro. Em conjunto com os AC DC levaram o rock australiano ao mais alto nível. A voz e estética inconfundível de Angry Anderson, o ritmo electrizante das suas guitarras e bateria, as suas letras rueiras, rebeldes e pró classe trabalhadora e a sua atitude punk-rock tornam os Rose Tattoo uma banda obrigatória para punks, skins, roqueiros, metaleiros e todo o amante da música com atitude. Temas como ‘Black Magic’, ‘House of Pain’, muito melódico e catchy, ‘Union Man’ onde Angry Anderson deixa claro como é que deve ser ‘Sou sindicalizado, esforço-me ao máximo e faço o melhor que posso, um salário justo por um dia de trabalho honesto, não consigo ver a coisa de outra maneira, porque sou um homem do sindicato’, e ‘Living Outside my Means’ são temas que ficarão para a história como verdadeiros hinos rock. O encarte que acompanha o cd trás todas as letras das 16 músicas e fotos da banda. Que mais posso dizer...são os Rose Tattoo!

Fonte: Brutus Records / Sunny Bastards / Hit Records / Rose Tattoo Website

Etiquetas: , , , , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial


 

 

free website stats program